Dear Data

Giorgia Lupi e Stefanie Posavec trocaram cartas com visualizações de dados pessoais durante um ano. O resultado virou livro e é possível dar uma vista de olhos em cada uma das correspondências aqui. O projeto lembrou-me o Feltron Report, relatórios anuais em que, durante 10 anos, Nicholas Felton catalogou os seu hábitos e experiências.

Data Journalism Handbook agora em português

Data Journalism Handbook agora em portuguêsApós a versão inglesa, russa, espanhola, francesa e georgiana, finalmente saiu a versão em português do The Data Journalism Handbook, o Manual de Jornalismo de Dados.

A edição traz novos capítulos escritos por Alberto Cairo, Claudio Weber Abramo, Gustavo Faleiros, José Roberto de Toledo, e Marcelo Träsel.

Via

Guardian lança livro sobre jornalismo de dados

Simon Rogers, editor do Datablog, publicou recentemente um livro que conta como o jornalismo de dados está sendo utilizado no Guardian, Facts are Sacred. Em meados de 2011, comprei um e-book do Rogers exatamente sobre esse tema, chamado Facts are Sacred: The power of data. Perguntei para ele se era uma nova edição. Ele respondeu que não. Ainda assim, acredito que alguns temas do livro de 2011 serão retomados: o escândalo das despesas dos deputados do Parlamento, os gastos do governo britânico entre 2010/11, os tumultos na Inglaterra em 2011, e, evidentemente, os vazamentos de informações sobre a Guerra do Afeganistão e a Guera do Iraque. Todavia, é esperar sair este novo livro em versão digital para conferir. Diferentemente do primeiro, este é ricamente ilustrado.

Para promover o lançamento do livro foram produzidos três vídeos sobre dados no Guardian: What is data journalism at the Guardian?, History of Data Journalism at The Guardian e Data journalism in action: the London Olympics. Segue o primeiro: