Aplicativo lista as empresas campeãs em reclamações no Procon

O Reputação S/A é um aplicativo que permite visualizar os dados das 20 empresas mais reclamadas no PROCON. Simples e informativo. Infelizmente não disponibiliza os dados para download. Algumas empresas aparecem mais de uma vez. Caso da Oi (Oi móvel, Oi fixo, Telemar) e da TIM (TIM e TIM Celular). Não há um agregado por operadora (se há não fica claro). Lembrando que o ranking do Reputação S/A lista as empresas que receberam mais queixas no PROCON. Não necessariamente ela é a pior. A seguir o número de reclamações por operadora no Ceará e os mapas com as operadoras de telefonia campeãs de reclamações. Os dados são de 2005 a 2011.

http://s3.datawrapper.de/SrIAY/

Claro
Operadora Claro

Oi
Operadora Oi

Oi Fixo
Oi Fixo

Oi Móvel
Oi Móvel

Vivo
Operadora Vivo

TIM
Operadora TIM

Via

Folha de S. Paulo cria mapa interativo com a evolução do emprego formal no estado

A Folha de S. Paulo lançou no dia 22 um mapa interativo que mostra a criação de empregos formais nos municípios de São Paulo de 2002 a 2013. O jornal diz ter usado os números do Caged (Cadastro Geral de Emprego e Desemprego) e do Ministério do Trabalho, mas infelizmente não disponibilizou o download dos dados utilizados na matéria.

Dois comentários. Quando selecionamos um município no menu drop-down ele não fica em destaque no mapa. Ou seja, quem não sabe a localização de Nuporanga, por exemplo, vai continuar sem saber. Um recurso não utilizado que seria interessante é o de transformar o gráfico com o total de vagas no ano em um vídeo. Algo nessa linha.

Mapa do emprego em SP

Apreensão de maconha cresce 1008% nos quatro primeiros meses do ano em Fortaleza

Entre Janeiro e Abril deste ano foram apreendidos mais de 900 kg de maconha em Fortaleza. O valor representa um crescimento de 1008%, uma vez que em 2012, no mesmo período, a polícia tinha apreendido parcos 81 kg. De acordo com os dados da SSPDS, 929 kg de drogas foram apreendidos no 1º quadrimestre de 2013, enquanto que no mesmo período do ano passado esse valor foi de 119 kg. Um aumento de 675%.

http://s3.datawrapper.de/fNxv6/

Uma apreensão de mais de 650 kg de maconha em Março no bairro Guajeru, descrita pela polícia como a maior da história do Ceará, ajuda a explicar a discrepância dos gráficos a seguir. Quando comparamos, por exemplo, o valor apreendido de cada droga, observamos que os números da cocaína e do crack caíram. Dessa forma, a maconha representou impressionantes 97% das apreensões até Abril deste ano.

Dashboard 1

A Regional VI, onde fica localizado o Guajeru, respondeu por 72% das apreensões neste 1º quadrimestre do ano.

Dashboard 1

Quando olhamos os números de cada bairro, Guajeru representou 70% das apreensões. Em um distante segundo lugar, a Parquelândia aparece com 12%. A Aldeota fecha o pódio com 10% das apreensões de drogas nos 4 primeiros meses de 2013. Ou seja, os três bairros concentraram 92% das apreensões.

Bairros com mais apreensões no 1º quadrimestre

Para fechar, os campeões em cada categoria de apreensão. Destaque para a Aldeota, o Jangurussu e o Guajeru, que aparecem, cada um, em duas categorias no Top 5.

Top 5: os campeões em cada categoria

Mapa localiza origem de discursos de ódio nos Estados Unidos

A pesquisadora Monica Stephens, da Universidade de Humboldt State, utilizou tweets georreferenciados para determinar o local de origem de discursos de ódio nos Estados Unidos. Os dados – mais de 150 mil tweets – foram recolhidos entre Junho de 2012 e Abril de 2013. Após uma varredura feita por um algoritmo em busca de palavras-chave, os tweets foram avaliados pelos alunos de Stephens, que os classificaram. Os considerados negativos aparecem no mapa de calor.

Mapa do discurso de ódio nos EUA

Via

Fortaleza tem alta de 30% no número de homicídios nos primeiros 4 meses de 2013

A SSPDS demorou tanto tempo para divulgar os dados de Março (14/5) que aproveitou e divulgou também os de Abril. O número de vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Fortaleza cresceu 30% no primeiro quadrimestre de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os números divulgados nesta quarta-feira (15), foram 662 mortos este ano ante 507 nos quatro primeiros meses de 2012. No gráfico, uma comparação dos bairros com mais vítimas em 2012 e 2013. No ano passado não ocorreu homicídios em 23 bairros. Este ano o número caiu para 22. O Conjunto Palmeiras, que era vice-líder em 2012 (18 vítimas), caiu para a 52ª colocação (5 vítimas). O Pici, por sua vez, triplicou o número de homicídios e saltou 30º posição (7 mortos) para o quarto lugar (21).

Homicídios dolosos no 1º quadrimestre

No mês de Abril o número de homicídios aumentou 11%, saindo de 120, em 2012, para 134 este ano. Os dois primeiros lugares de 2012 diminuíram o número de vítimas. Em 2013 morreu uma pessoas a menos do que no ano passado na Barra do Ceará. E no Conjunto Palmeiras, que registrou 7 homicídios em 2012, o número caiu para 2.

Homicídios em Abril

Todas as Regionais registraram aumento no número de homicídios no acumulado dos quatro primeiros meses de 2013. 12 pessoas morreram no Centro este ano, o dobro do número de vítimas no mesmo período do ano passado.

Homicídios no 1º quadrimestre nas Regionais

Em Abril, todavia, duas Regionais registraram queda no número de homicídios: a Regional IV e a Regional III.

Homicídios em Abril nas Regionais

Número de homicídios cresce 90% em Fortaleza

O número de vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Fortaleza cresceu 90% em Março de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados divulgados nesta nesta terça-feira (14/5) pela SSPDS, foram 223 mortos este ano ante 117 em Março de 2012. Fortaleza fechou o primeiro trimestre de 2013 com aumento de 36% no número de assassinatos em relação ao mesmo período do ano passado. No gráfico, uma comparação dos bairros com mais vítimas em 2012 e 2013. No ano passado não ocorreu homicídios em 28 bairros. Este ano o número caiu para 23.

Homicídios dolosos no 1º trimestre

Quando comparamos os homicídios ocorridos apenas em Março, impressiona os números do Pici. Em 2012 teve um assassinato no local. Em 2013 foram 12.

Homicídios dolosos em Março

Em Março o Centro conseguiu um feito: diminuiu o número de vítimas. A Regional II, todavia, triplicou o número de assassinatos.

Assassinatos em Março

Se em Março o Centro teve uma redução, no acumulado do trimestre o local duplicou o número de vítimas. A Regional III também sofreu um acréscimo superior a 100%.

Homicídios no 1º trimestre nas Regionais