Tuítes sobre o VMA 2013 são mapeados

http://cf.datawrapper.de/5WRsQ/1/ Via

Simon Rogers mapeou as tuitadas ao redor do mundo durante o VMA 2013. Segundo Rogers, o Topsy calculou que 10% das conversas no Twitter no domingo à noite (25) eram sobre o evento da MTV. Esse número subia para 36% se o recorte fosse apenas os Estados Unidos. Pena que no mapa não é possível ler cada uma das tuitadas.

http://simonrogers.cartodb.com/viz/7a9c4ed8-0e1f-11e3-a26a-5404a6a69006/embed_map

Pesquisador mapeia mais de 250 milhões de protestos ao redor do mundo nos últimos 34 anos

Protestos desde 1979

John Beieler mapeou os protestos que ocorreram desde 1979 no Planeta. Há algumas lacunas (como os Caras-pintadas pedindo o impeachment de Collor em 1992), mas é um belo trabalho. É possível baixar os dados usados por Beieler, que são da GDELT. A seguir uma linha do tempo com as mais de 250 milhões manifestações.

http://johnbeieler.org/protest_mapping/

Via

Editor multimídia do NYT ministra curso online sobre motion graphics

Graham Roberts, editor multimídia e de gráficos do NYT, vai ministrar um curso online sobre motion graphics. Representando o NYT no último Malofiej (o ‘Oscar’ da infografia), Roberts saiu do evento com sete ouros, um terço do total. A seguir um dos trabalhos premiados.

Colocando em perspectiva os casos de homicídios dolosos em Fortaleza em 2013

Nos seis primeiros meses de 2013, Fortaleza registrou 982 homicídios dolosos (quando há a intenção de matar). Para colocar esses números em perspectiva, fui atrás dos dados das demais capitais do Brasil. O problema é que celeridade não é o forte das secretarias de Segurança dos estados. No Rio de Janeiro, só tem estatísticas até Maio; Bahia e Paraná não atualizam desde Março. Fora os que não disponibilizam dado nenhum: Acre, Rio Grande do Norte, Pará, Amapá, Sergipe, Roraima, Alagoas e Tocantins.

É possível comparar os casos de homicídios dolosos, mês a mês (de Janeiro a Junho), entre 11 capitais: Belo Horizonte, Campo Grande, Cuiabá, Fortaleza, Florianópolis, Goiânia, Porto Alegre, Recife, São Luís, São Paulo e Vitória. Como a proposta é olhar os números por mês, adicionei à lista Brasília e Rio de Janeiro (que tem dados até Maio), Salvador e Curitiba (que tem dados até Março). No infográfico percebemos que Fortaleza reina absoluta na primeira colocação.

Mas não é apenas em números absolutos que a capital cearense se destaca no ranking dos assassinatos. Quando comparamos a taxa de homicídios por 100 mil habitantes entre Janeiro e Junho de 2013, Fortaleza é vice-líder, colada no primeiro colocado (João Pessoa) e com bastante folga para o terceiro (São Luís). Nesse gráfico foram retirados Rio de Janeiro, Brasília, Salvador e Cuiabá porque não há dados dos seis primeiros meses do ano. Porto Velho, João Pessoa, Teresina e Manaus, que disponibilizam apenas o total de casos do semestre, foram adicionados.

http://s3.datawrapper.de/HMlZf/

Homicídios aumentam 20% no 1º semestre no Ceará

Os casos de homicídios subiram 20,91% no estado do Ceará no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (05) pela SSPDS.

Fortaleza registra 982 assassinatos no 1º semestre, uma média de 5,4 assassinatos por dia

Nos seis primeiros meses deste ano, foram registrados 2035 homicídios, o que representa uma média de 11,24 assassinatos por dia. Em igual período de 2012, foram 1683 casos. Somente em junho, foram 343 mortes, ante 281 no mesmo mês de 2012, um aumento de 22,06%.

http://s3.datawrapper.de/TIV1k/

Homicídios crescem 27% no 1º semestre em Fortaleza

Os casos de homicídios subiram 27,53% em Fortaleza no primeiro semestre deste ano em relação ao mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira (05) pela SSPDS.

Ceará registra 2035 assassinatos no 1º semestre, uma média de 11,24 assassinatos por dia

Nos seis primeiros meses deste ano, foram registrados 982 homicídios na capital, o que representa uma média de 5,4 assassinatos por dia. Em igual período de 2012, foram 770 casos. Somente em junho, foram 164 mortes, ante 121 no mesmo mês de 2012, um aumento de 35,53%.

http://s3.datawrapper.de/ksVM5/