Homicídios crescem 26% em Fortaleza nos primeiros 5 meses de 2013

O número de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Fortaleza cresceu 26% nos cinco primeiros meses de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados divulgados nesta SSPDS nesta segunda-feira (8), foram 818 mortos este ano, ante 649 nos cinco primeiros meses de 2012. Em Maio foram 156 mortes, um aumento de 9,85% em comparação com Maio de 2012, que registrou 142 assassinatos.

Jangurussu e Barra do Ceará são os bairros que mais registraram mortes este ano, 29 homicídios cada um. Quando calculamos os locais mais violentos por mil habitantes, todavia, nenhum dos dois aparece. Proporcionalmente, Pedras foi o bairro mais violento de Fortaleza nestes cinco primeiros meses de 2013.

Dashboard 1

As regionais V e VI concentraram 49% dos homicídios este ano. A Regional IV registrou a menor taxa de assassinatos por mil habitantes, 0,19.

Regionais

Fortaleza tem alta de 30% no número de homicídios nos primeiros 4 meses de 2013

A SSPDS demorou tanto tempo para divulgar os dados de Março (14/5) que aproveitou e divulgou também os de Abril. O número de vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Fortaleza cresceu 30% no primeiro quadrimestre de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os números divulgados nesta quarta-feira (15), foram 662 mortos este ano ante 507 nos quatro primeiros meses de 2012. No gráfico, uma comparação dos bairros com mais vítimas em 2012 e 2013. No ano passado não ocorreu homicídios em 23 bairros. Este ano o número caiu para 22. O Conjunto Palmeiras, que era vice-líder em 2012 (18 vítimas), caiu para a 52ª colocação (5 vítimas). O Pici, por sua vez, triplicou o número de homicídios e saltou 30º posição (7 mortos) para o quarto lugar (21).

Homicídios dolosos no 1º quadrimestre

No mês de Abril o número de homicídios aumentou 11%, saindo de 120, em 2012, para 134 este ano. Os dois primeiros lugares de 2012 diminuíram o número de vítimas. Em 2013 morreu uma pessoas a menos do que no ano passado na Barra do Ceará. E no Conjunto Palmeiras, que registrou 7 homicídios em 2012, o número caiu para 2.

Homicídios em Abril

Todas as Regionais registraram aumento no número de homicídios no acumulado dos quatro primeiros meses de 2013. 12 pessoas morreram no Centro este ano, o dobro do número de vítimas no mesmo período do ano passado.

Homicídios no 1º quadrimestre nas Regionais

Em Abril, todavia, duas Regionais registraram queda no número de homicídios: a Regional IV e a Regional III.

Homicídios em Abril nas Regionais

Número de homicídios cresce 90% em Fortaleza

O número de vítimas de homicídios dolosos (quando há intenção de matar) em Fortaleza cresceu 90% em Março de 2013 em comparação com o mesmo período do ano passado. De acordo com os dados divulgados nesta nesta terça-feira (14/5) pela SSPDS, foram 223 mortos este ano ante 117 em Março de 2012. Fortaleza fechou o primeiro trimestre de 2013 com aumento de 36% no número de assassinatos em relação ao mesmo período do ano passado. No gráfico, uma comparação dos bairros com mais vítimas em 2012 e 2013. No ano passado não ocorreu homicídios em 28 bairros. Este ano o número caiu para 23.

Homicídios dolosos no 1º trimestre

Quando comparamos os homicídios ocorridos apenas em Março, impressiona os números do Pici. Em 2012 teve um assassinato no local. Em 2013 foram 12.

Homicídios dolosos em Março

Em Março o Centro conseguiu um feito: diminuiu o número de vítimas. A Regional II, todavia, triplicou o número de assassinatos.

Assassinatos em Março

Se em Março o Centro teve uma redução, no acumulado do trimestre o local duplicou o número de vítimas. A Regional III também sofreu um acréscimo superior a 100%.

Homicídios no 1º trimestre nas Regionais