Fortaleza tem a pior evolução no IDHM entre todos os municípios cearenses

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) divulgou na segunda-feira (29) o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) das cidades brasileiras. O IDHM vai de 0 a 1: quanto mais próximo de zero, pior o desenvolvimento humano; quanto mais próximo de um, melhor. O Pnud classifica como “muito alto desenvolvimento humano” índices entre 0,8 e 1. A seguir a classificação com as maiores (e as menores) evoluções entre os municípios do Ceará em Educação, Renda, Longevidade e o IDHM geral, que leva em consideração as categorias anteriores.

Dona do melhor IDHM do estado, Fortaleza viu a diferença para os demais municípios do Ceará cair consideravelmente nos últimos 20 anos. A capital do estado teve a pior evolução no IDHM, crescendo 38%, de 0,546 para 0,754. Em 1991, Fortaleza tinha o único IDHM considerado “baixo” (0,5 a 0,599), todos os demais 183 municípios eram classificados como “muito baixo” (0 a 0,499). Em 2010, todavia, quatro cidades figuravam na categoria IDHM “alto” (0,7 a 0,799): Fortaleza, Sobral, Crato e Eusébio. 131 cidades possuem IDHM considerado “médio” e 49, “baixo”. Nenhum município cearense fica na faixa do “muito baixo”.

http://s3.datawrapper.de/B3ZQq/

http://s3.datawrapper.de/KiXzi/

http://s3.datawrapper.de/EuT1s/

Graça obteve o maior crescimento nesses 20 anos, fulgurosos 282%, saltando da última colocação para a 176ª. Ou seja, agora Graça tem o nono pior IDHM do Ceará. Um dos municípios que conseguiu subir mais colocações no IDHM foi Jijoca de Jericoacoara, da 181ª para a 23ª posição.

http://s3.datawrapper.de/RjxZG/

Fortaleza também aparece na última colocação entre os 184 municípios cearenses no IDHM Educação. A variação de IDHM foi de 89%. Ipaporanga foi a cidade que mais evoluiu, 2711%.

http://s3.datawrapper.de/cRDou/

Fortaleza se recupera no IDHM Renda e sobe para a penúltima posição, com evolução de 15%. Pacujá fica na lanterna com 4%. Entre 1991 e 2010, Tarrafas registrou um crescimento de 91% na renda média mensal por pessoa.

http://s3.datawrapper.de/Qvsn1/

Mas é no IDHM Longevidade que Fortaleza sai da rabeira. A capital aparece na 166ª colocação, com evolução de 20%. Umari registrou o maior crescimento no quesito esperança de vida ao nascer: 54%.

http://s3.datawrapper.de/9uOlF/

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s